Menu

O Lugar certo da emoção!

Ferroviário-CE faz três gols no final, arranca empate na Ilha e elimina Sport nos pênaltis

16 FEV 2018
16 de Fevereiro de 2018
A reviravolta foi digna de filme. O Sport abriu 3 a 0 na Ilha do Retiro, tinha a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil encaminhada. Tudo corria bem para o Leão no Recife até os 30 do segundo tempo. Mas o Ferroviário escreveu uma história completamente diferente em dez minutos. O time cearense - fora de casa - buscou um empate que se desenhava improvável e, nos pênaltis, bateu o Leão por 4 a 3. Noite histórica protagonizada pelo Ferrão.
O Ferroviário-CE agora espera pelo vencedor de Vila Nova-GO e Joinville-SC, que se enfrentam na próxima quinta-feira, dia 22 de fevereiro, no Estádio Serra Dourada. Da terceira fase em diante, os jogos são de ida e volta - não mais partidas únicas.

Leandro Pereira, que teve uma lesão grave no joelho esquerdo em 2017, chocou-se em uma placa de publicidade com mesmo joelho e foi atendido. Mas ficou mancando no campo e não conseguiu continuar na partida. Substituído ainda no primeiro tempo por Rogério, ele sofreu um trauma na região e será reavaliado.

Mazinho vinha fazendo uma partida discreta, mas incomodou o Sport no segundo tempo. Foi dos pés dele que saíram os dois primeiros gols do Ferroviário, essenciais na busca pelo empate.

A postura do Ferroviário-CE foi jogar com cautela na defesa e buscar os contra-ataques. Embora o Sport tivesse mais domínio de bola e começasse o jogo melhor, os cearenses mantinham a estratégia. Só que deixaram o Leão tomar gosto pela partida. Os rubro-negros foram se soltando e ficaram mais no campo de ataque. Apesar das poucas chances criadas, o gol saiu. Felipe Rodrigues cabeceou e a zaga do Ferrão afastou. Na sobra, Rogériometeu para dentro da área e a bola sobrou para Anselmo fazer. Com a vitória parcial, o Sport manteve o que estava fazendo: rodar a bola e buscar espaços. Não conseguiu assustar, mas foi para o intervalo ganhando.

O Sport jogou mais no início do segundo tempo. Não deu brechas para o Ferroviário-CE tentar uma reação. O Leão começou a criar mais chances e dar muito mais trabalho ao goleiro Bruno Colaço. Tanto que não tardou a chegar ao segundo gol: Capa cruzou e Fabrício apareceu livre para cabecear. Os rubro-negros ainda tiveram mais chances com Rogério e com Thomás, mas não conseguiram converter. O terceiro veio com Marlone após passe de Índio. Só que, aí, tudo mudou. O Ferroviário, incrivelmente, tirou forças para reagir. O que mostrava até aquele momento se transformou. Mazinho marcou duas vezes e reacendeu o jogo. Já na reta final, Valdeci fez o gol que selou a ida para os pênaltis.

Janeudo abriu o placar para o Ferroviário. Thomás empatou para o Leão. Valdeci fez mais um para os cearenses, mas Léo Ortiz empatou. De novo, Rodrigo Rodrigues fez mais um, o terceiro. Fabrício converteu o dele. Mazinho fez o quarto do Ferroviário e Rogério perdeu para o Sport. Era a hora do Ferroviário vencer e se classificar. Mas Mota também perdeu. Depois dele, era a vez de Marlone. O camisa 10 do Leão perdeu. E o Ferroviário se classificou.

O Sport volta a jogar no próximo domingo, às 16h, contra o América-PE, na Ilha do Retiro. O jogo é válido pelo Campeonato Pernambucano. Já pelo Campeonato Cearense, no mesmo dia e horário, o Ferroviário-CE enfrenta o Guarani de Juazeiro-CE, no Estádio Raimundão.

Público total: 3.328 torcedores
Renda: R$ 55.655,00

TEXTO: GLOBOESPORTE.COM
FOTO: ALDO CARNEIRO / PERNAMBUCO PRESS
Voltar
Tenha você também a sua rádio